O Zen Vale dos Sinos tem como missão difundir os ensinamentos de Buda Shakiamuni em benefício de todos os seres.

segunda-feira, 14 de março de 2011

JAPÃO

Em janeiro de 2010 iniciei este blog em luto pelas vítimas do terremoto que devastou Porto Príncipe, no Haiti, dentre elas, nossa estimada Zilda Arns – uma Bodisatva.

Agora o mundo assiste, consternado, ao desastre que está devastando parte do Japão. O terremoto seguido do tsunami e, na sequência as explosões nos reatores nucleares, que ainda não se tem a real dimensão das consequências.

Eu estava no retiro de Parinirvana de Buda Xaquiamuni, que significa o passamento de Buda, seu falecimento , quando recebi a notícia do terremoto, dia 11 de março. O retiro terminou dia 12 e, a medida que fui tomando contato com minha rotina do dia-a-dia, também fui tomando contato com a real dimensão dessa tragédia. Durante o retiro recebi também, os documentos oficiais que vieram do Japão, que comprovam que sou uma monja devidamente filiada à ordem Soto-Shu, com sede no Japão. Esse documento tem para mim um siginificado de certidão de nascimento. Que nessa vida eu nasço também a cada dia como uma monja zen-budista, religião oficial do Japão, cultura que tanto tem me inspirado e ensinado.

Isto me aproxima mais desse povo admirável, que respeito e amo tanto. Essa aproximação também aumenta meus sentimentos, pois os sinto tão próximos, apesar de estarem do outro lado do planeta.
Esse planeta terra, organismo vivo, que ao mesmo tempo que acolhe todas as formas de vida, é a vida, em todas as suas manifestações!
Gasshô!
Monja Kokai